(...) ainda é Lisboa de Pessoa alegre e triste / e em cada rua deserta / ainda resiste.
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Discurso Directo
> Discurso Indirecto
*
Auschwitz
27-01-2020 Manuel Alegre, "Nada está escrito", poemas, 2012

Passaram 75 anos da libertação de Auschwitz. Não podemos esquecer.

Auschwitz

Olhar vazio esqueletos em pé
mortos vivos caminhavam sem rumo.
E a quem lhes falava de Deus
eles apontavam a chaminé:
fumo.