"Não gosto de engenharias sociais ou artificiais messiânicas"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Manuel Alegre e João Semedo no lançamento do livro "Salvar o SNS"
Manuel Alegre e João Semedo no lançamento do livro "Salvar o SNS"
Manuel Alegre à RTP:
"João Semedo era um homem raro"
17-07-2018 RTP

“João Semedo era um homem raro, que aliava a convicção e a persistência no combate a uma grande gentileza de espírito”, disse Manuel Alegre à RTP quando foi conhecida a notícia da morte do médico e ex-coordenador do Bloco de Esquerda. Recordando-o como “uma pessoa de grande qualidade humana, de fortíssimas convicções, um homem de causas”, Manuel Alegre referiu o livro “Salvar o SNS”, feito com António Arnaut, também já falecido e que Alegre apresentou em Coimbra.

João Semedo “bateu-se até ao fim pela despenalização da eutanásia”, lembrou ainda Manuel Alegre, sublinhando que ele se “preocupava com os problemas gerais do país e sobretudo com os problemas da Saúde” e frisando que “enquanto a saúde lhe permitiu continuou a lutar.”

Para Manuel Alegre, o que mais se destacava em João Semedo era “uma bondade natural, uma grande qualidade de carácter”. “Era um homem raro, concluiu Manuel Alegre, porque conseguia “conciliar a firmeza no combate com a gentileza, a generosidade, a camaradagem e uma bondade natural” e “isso já não se usa muito”. “Creio”, acrescentou, “que é o que vai ficar na nossa memória e nos combates que travou e nós continuamos a travar.”