"A grande poesia não cabe num tweet"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Convergência rara. Alegre e Assis querem resposta do PS ao Bloco
09-12-2017 João Pedro Henriques, DN (excerto)

Ex-candidato presidencial do PS e atual eurodeputado, divididos no apoio à geringonça, unem-se no entanto a exigir que a direção do partido não ignore ataques bloquistas. Um - Francisco Assis - é da direita do PS; outro - Manuel Alegre - é da esquerda. Assis é contra a geringonça, sempre o foi, desde o princípio; Alegre, pelo contrário, sempre a defendeu, até antes de acontecer (a sua candidatura presidencial de 2011 teve o apoio do PS e do BE).

Mas numa coisa agora convergem: consideram ambos, em declarações ao DN, que os ataques que o Bloco de Esquerda tem feito ao PS, por causa do chumbo à taxa das renováveis, têm de ter resposta dos socialistas. Uma entrevista de Catarina Martins ao Expresso, ontem, acendeu o rastilho.

"Sou defensor da geringonça. Mas não é aceitável ter uma situação em que há dois partidos (BE+PCP) que passam a vida a dar lições de moral a um outro (o PS), que as recebe, calado", afirmou ao DN Manuel Alegre.

É que - acrescentou - "este Governo não existiria se não fossem o BE e o PCP. Portanto, quer queiram quer não queiram, o BE e o PCP fizeram de facto uma coligação parlamentar com o PS", o que torna os ataques aos socialistas vindos da sua esquerda ainda mais inaceitáveis - e carentes de resposta.