"Há um descuido e uma ignorância muito grande para um povo antigo como o nosso"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Em declarações ao DN sobre a Catalunha
Manuel Alegre critica Costa e Marcelo
03-11-2017 DN on-line

"Lamento a posição do Presidente da República, a posição do Governo e o seguidismo em relação a Madrid. São posições contrárias à nossa tradição e à nossa própria História."

Em declarações ao DN, Manuel Alegre reforça assim as posições à esquerda do PS que mostram incómodo com o apoio de António Costa e de Marcelo à conduta do governo de Rajoy, incomodidade que se acentuou com a prisão de dirigentes catalães independentistas.

"Não me reconheço nas posições do Presidente e do Governo relativamente a Madrid", reforça o ex-candidato presidencial e ex-conselheiro de Estado. "Lamento muito a visão acrítica."

Para Alegre, Portugal deveria antes "ter uma posição de mediação e de chamada ao diálogo entre Madrid e os responsáveis catalães". Porque - acrescenta - "a questão da Catalunha é um problema politico que não se resolve com uma visão jurídica dogmática e muito menos com prisões". "Não posso aplaudir as medidas de Madrid, que vão agravar as tensões na Catalunha

Ressalvando que não concorda "com a maneira como o governo de Puigdemont conduziu o processo", porque foi "muito aventureirista" - "devia ter dissolvido o Parlamento e convocado eleições" - Manuel Alegre sublinha, como já disse o ex-líder do PSOE Rubalcalba que "é hora da política, de rever a Constituição espanhola e o estatuto autonómico e de ir a votos numa perspetiva federal".