"De cada vez que o Parlamento cede ao populismo, este não agradece, reforça-se"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Manuel Alegre ao DN:
“Não se faz Europa contra a identidade e tradições nacionais”
26-06-2016 com João Pedro Henriques, com DN

"Perguntar se é preciso mais federalismo mostra bem que não se aprendeu nada", disse Manuel Alegre ao DN, comentando o futuro da Europa depois do brexit. No seu entender, "o referendo foi um ato de liberdade e uma lição que só uma grande nação como o Reino Unido podia dar". E "a grande lição" a retirar "é que não se faz Europa contra a identidade e as tradições nacionais".

Segundo Manuel Alegre, há agora duas tentações que, confirmando-se (ou uma ou outra) representarão "um salto no abismo": uma delas é a assunção do diretório franco-germânico como entidade de comando e controlo da UE; e a outra é o federalismo.

"É preciso voltar aos velhos princípios: a Europa como um projeto de paz e liberdade entre nações iguais" onde "é preciso mais democracia e menos tecnocracia e menos arrogância".

Porque "a UE não é um projeto místico ou mítico", afirma ainda Manuel Alegre. "Haverá sempre Europa mesmo que não exista União Europeia e haverá Portugal mesmo que fora da União Europeia", diz, recordando que a UE "é, isso sim, um projeto político e pragmático e foi essa a visão de Mário Soares e dos que o apoiaram quando Portugal pediu a adesão".