"Se publicasse as memórias, lá apareceria o Kurika como companheiro"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Alerta de Manuel Alegre sobre os resultados das eleições europeias:
“É um aviso para todos e uma derrota das instituições europeias”
26-05-2014 com Lusa e RTP1

"Estas eleições representaram uma vitória do PS, que aparece como uma força de mudança e de alternativa, e uma derrota histórica da coligação de direita - derrota da política interna que fez, e derrota da sua política europeia, da submissão total em relação às instituições europeias e sobretudo em relação à senhora Merkel, que também não tem um resultado famoso na Alemanha ", declarou Manuel Alegre ontem à noite, após a divulgação das primeiras projecções dos resultados eleitorais.

Alegre sublinhou que o resultado global das eleições "é também uma derrota das instituições europeias, em particular de Durão Barroso". "Estão a conduzir a Europa para um abismo", alertou, dando como exemplo "o terramoto eleitoral" que se verificou em França, com uma grande vitória da Frente Nacional e uma derrota estrondosa do Partido Socialista e da direita tradicional. É um aviso para todos e é uma derrota da Europa", advertiu. Depois de referir a vitória do Syriza na Grécia, Manuel Alegre disse que “o Partido Socialista, com este resultado e com esta projecção, tem a vitória mais importante, até agora, de qualquer partido da esquerda na Europa".

"O Governo terá provavelmente menos de 30 por cento. Não vale a pena disfarçar. É uma derrota estrondosa da coligação de direita", disse ainda. Interpelado pelos jornalistas acerca da posição de Cavaco Silva, Manuel Alegre disse que "o Presidente da República também deve reflectir em relação a estes resultados e deve reflectir sobre as posições políticas que tem tomado, quer para dentro, quer para fora”.