"O funcionário que fez o meu BI quando regressei, não me perguntou a profissão, escreveu Poeta. Estou-lhe grato."
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Comunicado da candidatura de Manuel Alegre:
Cavaco Silva acabou por não esclarecer os portugueses
05-01-2011 http://manuelalegre2011.pt/

A candidatura de Manuel Alegre estranha e lamenta a tentativa de vitimização da candidatura de Cavaco Silva que, em vez de esclarecer os Portugueses sobre as suas acções da SLN, optou por fazer, através de um porta-voz, um ataque pessoal ao candidato Manuel Alegre. A candidatura reage, assim, em comunicado, ao “tom profundamente violento e ofensivo” da declaração do ex-director de campanha do actual Presidente, lembrando que foi o próprio que colocou o tema BPN na agenda pública e mediática.

Comunicado da candidatura:

O país assistiu incrédulo à declaração da Candidatura de Cavaco Silva, por parte do seu ex-director de Campanha, Alexandre Relvas. Sobre a declaração e sobre o tema que a motivou registamos que:
1. O candidato Cavaco Silva optou por não esclarecer os portugueses;
2. Mais uma vez decidiu não responder. Já tínhamos sido remetidos para um site e agora o candidato Cavaco Silva decidiu pedir a um porta-voz para fazer uma declaração, que só a ele dizia respeito fazer, num tom profundamente violento e ofensivo para com Manuel Alegre;
3. Lamentamos o ataque pessoal ao candidato Manuel Alegre;
4. Recordamos que foi o candidato Cavaco Silva, e não Manuel Alegre, que colocou o tema do BPN na agenda pública e mediática.
5. Num primeiro momento, no debate televisivo com o candidato Francisco Lopes referiu que, cito: “Nunca trabalhei no BPN, nunca comprei nem vendi nada do BPN, nunca recebi qualquer remuneração do BPN.”;
6. Sobre esta matéria todos sabemos que Cavaco Silva detinha acções da SLN, que era a proprietária do BPN.
7. Num segundo momento, num debate com Manuel Alegre, o candidato Cavaco Silva decidiu criticar a actual administração do BPN sem ter feito qualquer referência à anterior gestão danosa do Banco;
8. Sobre esta matéria todos também conhecemos as relações pessoais e políticas que Cavaco Silva teve com anteriores elementos da administração do BPN;
9. Num terceiro momento, o Candidato Cavaco Silva decidiu reafirmar as críticas à actual gestão do BPN acrescentando que o fazia por se tratar de um Banco Público,
justificando-se que não criticava a anterior administração por se tratar de um Banco
Privado;
10. Esta cadeia de acontecimentos levou Manuel Alegre a desafiar Cavaco Silva a tornar públicos os contornos da venda de acções da SLN de forma a melhor percebermos as posições que tem assumido sobre esta matéria;
11. A Candidatura de Manuel Alegre continua a entender que é do interesse público sabermos a quem Cavaco Silva vendeu as suas acções da SLN;
12. Será através desta informação que poderemos avaliar se Cavaco Silva conservou, ou não, o seu carácter de isenção nas várias declarações que decidiu proferir sobre este tema;
13. Estranhamos e lamentamos a vitimização por parte do candidato Cavaco Silva.
14. Registamos que perante um tema incómodo, a candidatura de Cavaco Silva recorra a
mais uma manobra de diversão com o objectivo de desviar a atenção dos portugueses.

O director da campanha
Duarte Cordeiro
5.1.2011