"De cada vez que o Parlamento cede ao populismo, este não agradece, reforça-se"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
*
Manuel Alegre no final do almoço temático sobre as cidades:
"Melhorar a vida na cidade é melhorar a qualidade da democracia"
22-07-2010

“Melhorar a vida na cidade é melhorar a qualidade da democracia”, afirmou Manuel Alegre hoje à saída do almoço temático subordinado ao tema “a cidade em tempo de crise”, ladeado pelo vereador da Câmara do Porto Correia Fernandes e pelo ex-secretário de Estado João Ferrão. Manuel Alegre sublinhou que depois de ouvir arquitectos, geógrafos, sociólogos, professores e pessoas com a experiência de gestão das grandes cidades iria inscrever o “direito à cidade” como um dos direitos fundamentais, um direito da modernidade.

“A reabilitação dos centros históricos, o rejuvenescimento, a reabilitação das periferias, o novo paradigma dos transportes, o problema da segurança, enfim, os problemas que dizem respeito à vida das pessoas” são temas da maior actualidade, disse o candidato presidencial, até porque é “nas grandes cidades que mais se sentem hoje os problemas sociais, económicos e políticos resultantes do momento difícil que estamos a viver”.

Manuel Alegre sublinhou ainda que estes encontros temáticos, primeiro sobre a economia, depois sobre a saúde e hoje sobre a cidade “confirmam a ideia de que tenho que devemos apostar nos nossos recursos e demonstram que o nosso país é viável e sustentável.” “Temos condições para fazer das nossas velhas cidades, que fizeram história e fizeram a história do Mundo, grandes centros de modernidade” concluiu o candidato.

O encontro contou com a presença de 15 personalidades ligadas à arquitectura e urbanismo, ao território, à sociologia urbana e ao governo das cidades, entre as quais o ex-secretário de Estado João Ferrão, os vereadores Manuel Salgado, Helena Roseta e Nunes da Silva, de Lisboa, Alexandra Giesta, de Guimarães, e Manuel Correia Fernandes, do Porto, os docentes universitários e investigadores Manuel Vicente, Isabel Guerra, João Seixas, Vítor Matias Ferreira, Pedro Bingre, João Afonso e José António Bandeirinha e ainda Violante Saramago Matos, ex-vereadora do Funchal e Maria de Belém, mandatária nacional da candidatura.