"De cada vez que o Parlamento cede ao populismo, este não agradece, reforça-se"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Manuel Alegre contra alteração de datas de feriados nacionais
"Há feriados que correspondem a factos que moldaram a nossa história"
18-06-2010 Lusa

O candidato a Presidente da República Manuel Alegre manifestou-se hoje “completamente” contra a supressão ou alteração de datas de comemoração dos feriados históricos e dos religiosos com maior significado civilizacional.

Em declarações à agência Lusa, Manuel Alegre demarcou-se do ante projeto apresentado pelas deputadas independentes do PS (do Movimento Humanismo e Democracia), Teresa Venda e Maria do Rosário Carneiro, no sentido de suprimir dois feriados religiosos e dois feriados histórico políticos. “Independentemente da boa intenção dos proponentes dessa ideia, há feriados que, por aquilo que representam na História de Portugal, não podem ser suprimidos nem comemorados à segunda feira, a menos que haja coincidência de data”, sustentou o candidato presidencial apoiados pelo PS e Bloco de Esquerda.

Para Manuel Alegre, “assim como o Natal se comemora a 25 de dezembro, o 10 de junho tem de ser comemorado a 10 de junho, o 1º de dezembro a 1 de dezembro, o 25 de abril a 25 de abril, o 1º de maio a 1 de maio e o 5 de outubro a 5 de outubro”. “Sou completamente contra que se suprima a comemoração de alguns destes feriados, porque correspondem a factos que moldaram a nossa História e a nossa identidade”, frisou Manuel Alegre. Manuel Alegre deixou ainda uma advertência às forças políticas que admitem suprimir ou alterar as datas de comemoração dos feriados: “Penso que esta minha opinião corresponde ao sentimento profundo do povo português”.