"Nada está adquirido, tudo está a andar para trás muito depressa"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Manuel Alegre sobre discurso do 10 de Junho de Cavaco Silva:
“PR não deve dizer que o país é insustentável”
10-06-2010 com Lusa, SIC e TSF

“O Presidente da República não deve dizer que o país é insustentável” porque lhe cabe sobretudo uma palavra “mobilizadora”, disse Manuel Alegre, comentando o discurso de Cavaco Silva no dia 10 de Junho. Para o candidato presidencial, o Presidente não criticou as razões que estão na origem da crise e “não afirmou a necessidade de o Estado português resistir às pressões que vêm dos mercados financeiros e nos tentam impor soluções que até são contra a Constituição”.
Oiça declarações de Manuel Alegre à TSF AQUI

Manuel Alegre considerou que o discurso teve duas partes, na primeira foi “adequado” mas na segunda foi excessivo e “teve uma palavra a mais, que é ‘insustentável’".

O Presidente da República reconheceu hoje, na sessão solene das comemorações do 10 de Junho, que decorreram em Faro, que Portugal chegou a “uma situação insustentável” defendendo o estabelecimento de um “contrato de coesão nacional”, no qual cabe aos agentes políticos uma “especial responsabilidade”.