"Sobretudo nas horas em que tudo / de repente se esvazia / e pesa mais que tudo esse vazio / ... / é precisa (mais que tudo) a poesia."
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
2 / 3
1 2 3
Manuel Alegre no Conselho Nacional da Juventude
Manuel Alegre no Conselho Nacional da Juventude
Lei do financiamento dos partidos promulgada "com dúvidas" do PR
13-12-2010 http://manuelalegre2011.pt/


Manuel Alegre criticou hoje o actual Presidente pela “má prática”, que “já é o costume”, de ter promulgado com dúvidas as alterações à lei de financiamento dos partidos. O candidato presidencial falava aos jornalistas no final de uma reunião com representantes do Conselho Nacional da Juventude, cujo papel considera “relevante na sociedade portuguesa”, por promover o “associativismo” e a “intervenção” e serem “ouvidos para a resolução dos problemas do país”. Ler mais

*
Manuel Alegre na apresentação do Movimento Já em Lisboa
12-12-2010 http://manuelalegre2011.pt/


“Estamos hoje a lançar o Movimento Já com sentido de urgência, porque é preciso dar a volta ao mundo já, é preciso dar a volta à Europa já, é preciso dar a volta a Portugal já”, exortou Manuel Alegre hoje à tarde na apresentação do movimento de jovens apoiantes da sua campanha. Porque é preciso “restabelecer a confiança na política e criar uma nova esperança para Portugal”, o candidato defendeu que “só é possível mudar a politica se a juventude se empenhar no combate político”, pois “são os jovens que têm que assumir o nosso destino colectivo”. Ler mais

*
12-12-2010 http://manuelalegre2011.pt


“Queremos que a política seja devolvida aos cidadãos e sabemos que o nosso país não é inviável”, lê-se no Manifesto do Movimento Já - Jovens apoiantes de Manuel Alegre, que será apresentado este Domingo na Lx Factory, em Lisboa, a partir das 17h00, com a presença do candidato e de Jacinto Lucas Pires, muita música e outras surpresas prometidas. “Queremos, de novo, um país novo”, exigem os jovens, incentivados pelo compromisso de Manuel Alegre de que será o seu companheiro de viagem na luta contra a incerteza do futuro, porque “a esperança é difícil, mas a esperança constrói-se com a nossa luta, as nossas mãos”.
Veja o manifesto no final da notícia Ler mais

Manuel Alegre sobre leis laborais:
11-12-2010 com Expresso

Manuel Alegre discorda frontalmente de mais mexidas na lei laboral. Em 2008, como deputado do PS, votou contra o Código do Trabalho. Agora voltaria a fazer o mesmo. “Já se mexeu demais. Não se deve mexer mais”. Confrontado com o facto de o governo estar a estudar possíveis alterações à legislação laboral, Manuel Alegre comenta que, a concretizarem-se, elas significam “uma cedência incompreensível aos agiotas, a Bruxelas, ao grande capital financeiro”.
Veja a declaração de voto de Manuel Alegre em 2008 AQUI Ler mais

*
Manuel Alegre na Guarda:
10-12-2010


“Sei que este combate é difícil, mas eu estou habituado a combates difíceis, eu sou um resistente”, afirmou Manuel Alegre esta noite, num jantar de apoiantes na Guarda, onde concluiu a volta da pré-campanha por todos os distritos e regiões do país e pela emigração. Consciente de que “este é um momento difícil para o país e para a Europa”, Alegre defendeu que a sua candidatura “é mais necessária que nunca”, porque se trata de “saber se na Presidência vai estar alguém que se oponha à destruição do Estado social” consagrado na nossa Constituição. Ler mais

*
Manuel Alegre em debate na UBI, Covilhã:
09-12-2010

Manuel Alegre defendeu hoje que é preciso criar licenciados para as necessidades de modernização do país, não para a estatística nem "para as necessidades do Belmiro de Azevedo”, e voltou a exortar os jovens a um “pacto de insubmissão” para fazer face às incertezas do futuro. Num debate com alunos da Universidade da Beira Interior, o candidato defendeu ainda o “Estado estratega” e a importância de combater a desertificação do interior e as assimetrias regionais. Ler mais

*
Manuel Alegre formaliza candidatura no Tribunal Constitucional
09-12-2010 http://manuelalegre2011.pt/

Manuel Alegre formalizou hoje a sua candidatura a Presidente da República através da entrega no Tribunal Constitucional de 12.250 assinaturas, ocasião em que salientou que, pela sua "dignidade e importância", “é tempo” de colocar as eleições presidenciais na agenda política. Ler mais

Manuel Alegre em Sarilhos Pequenos:
08-12-2010 http://www.youtube.com/manuelalegre2011


"Candidato-me para dar a volta à política" afirmou Manuel Alegre no almoço de apoiantes em Sarilhos Pequenos, no distrito de Setúbal, explicando que "temos que riscar da nossa vida política a palavra fatalidade". Ler mais

*
08-12-2010 Público

A Comissão de Honra de Manuel Alegre, que irá contar com mais de 1000 pessoas, terá entre os seus membros um destacado militante social-democrata, Henrique Freitas, que, no interior do PSD, é conotado com a ala barrosista. Freitas foi secretário de Estado da Defesa do Governo PSD/CDS, liderado por Durão Barroso, e deputado social-democrata, tendo presidido à comissão parlamentar dos Negócios Estrangeiros. Ler mais

*
António Chora no almoço no distrito de Setúbal sobre a próxima eleição presidencial:
08-12-2010 http://manuelalegre2011.pt/

“Não há saída para Portugal ou para a Europa que não seja pela esquerda”, disse hoje Manuel Alegre, num almoço em Sarilhos Pequenos, no distrito de Setúbal, que contou com a presença de António Chora, coordenador da Comissão de Trabalhadores da Auto Europa, que na sua intervenção destacou a importância das próximas eleições presidenciais, dizendo que “este é o momento mais importante desde que vivemos em democracia”. Ler mais

Encontro-debate no ISCSP
07-12-2010

Razões da candidatura


"Portugal está em risco na sua autonomia e na sua soberania e a qualidade da nossa democracia está ameaçada. E é por isso mesmo que me apresento"
Veja mais AQUI Ler mais

*
Hélia Correia no Martinho da Arcada:
07-12-2010

“O tempo de hoje tem tal velocidade que nos faz deslocar aos empurrões”, alertou Hélia Correia no jantar do Martinho da Arcada, “mas olhem bem: estamos de novo em Salamina.” Evocando a mítica "batalha em que os pequenos triunfaram", a escritora denunciou: “Estamos no meio de uma luta decisiva entre a sociedade da beleza, da criação, da liberdade e da palavra – e uma civilização de crueldade que se propõe esmagar-nos sem apelo.” “Este deus alimenta-se de sacrifícios, disse ainda a escritora, é um Baal que extermina os fracos e as crianças”. Por isso, numa bela linguagem metafórica e em nome da “sobrevivência de tudo aquilo que está outra vez sob ameaça - a democracia, a liberdade, o humanismo”, Hélia Correia exortou os presentes: “a inteligência é poética e a coragem também. Barcos ao mar!”
Veja a intervenção na íntegra AQUI Ler mais

*
Manuel Alegre em conferência com alunos do ISCSP
07-12-2010 http://manuelalegre2011.pt/

“Como presidente serei um companheiro dos jovens”, comprometeu-se hoje Manuel Alegre numa conferência com alunos do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa, ISCSP. “Se eles forem conformistas tentarei transmitir alguma rebeldia e inconformismo, porque a rebeldia e o inconformismo da juventude são necessários para construir um futuro democrático”, garantiu o candidato presidencial, reiterando a sua preocupação com os problemas que afectam os jovens. Ler mais

Da esq para a dir: Jacinto Lucas Pires, Maria Teresa Horta, Paula Morão, Mário de Carvalho, José Manuel Mendes, Manuel Alegre, Hélia Correia, José de Faria e Costa e Daniel Sampaio
Da esq para a dir: Jacinto Lucas Pires, Maria Teresa Horta, Paula Morão, Mário de Carvalho, José Manuel Mendes, Manuel Alegre, Hélia Correia, José de Faria e Costa e Daniel Sampaio
Manuel Alegre em jantar com escritores:
07-12-2010

Numa intervenção fundada na história e na língua, desde a fundação da nacionalidade, passando por Camões e Pessoa, Manuel Alegre apelou esta noite à participação cívica dos escritores e artistas, para que "juntos tentemos dar um sentido a este tempo sem sentido". Foi no Martinho da Arcada, onde o candidato, desta vez, leu uma intervenção escrita, reflectida e profunda sobre a sua visão de Portugal. Manuel Alegre confessou que "ao contrário do grande poeta Alexandre O’Neil, eu nunca senti Portugal como um remorso" e que da sua visão da história "faz parte a convicção de que Portugal é um destino. Um destino que está nas nossas mãos e pelo qual, mais do que nunca, todos somos responsáveis".
Veja a intervenção na íntegra AQUI Ler mais

*
Manuel Alegre na Lourinhã
06-12-2010 http://manuelalegre2011.pt/

Manuel Alegre considerou hoje na Lourinhã que o actual Presidente “agravou no exterior” a situação financeira de Portugal, quando considerou a “situação explosiva”, juntando “pessimismo ao pessimismo”. Para o candidato presidencial, Cavaco Silva “não é um factor de estabilidade e na prática não é o presidente de todos os portugueses”, acusando-o de criar “conflitos sem necessidade”, como no caso do estatuto administrativo dos açores, ou na promulgação de leis que depois desvaloriza. Ler mais

Manuel Alegre visita a Luís Vicente, empresa frutícola da Lourinhã
Manuel Alegre visita a Luís Vicente, empresa frutícola da Lourinhã
Manuel Alegre na Região Oeste
06-12-2010 http://manuelalegre2011.pt/


Manuel Alegre defendeu hoje, na região Oeste, a importância de “valorizar muito a nossa agricultura” e refazer o “ tecido produtivo”, como forma de garantir a independência nacional e a “resolução dos nossos problemas”. “Quando falamos de bens transaccionáveis esquecemos-nos frequentemente da agricultura”, alertou o candidato presidencial no final da visita à Luis Vicente, empresa de produção e comércio frutícola que exporta 50 toneladas por dia, essencialmente pêra rocha que é “o ouro do Oeste, é um valor acrescentado, uma mais-valia, uma riqueza para a região e para o país”. Ler mais

*
Manuel Alegre na Ilha Terceira:
05-12-2010 http://manuelalegre2011.pt/

"Portugal está ameaçado e a qualidade da democracia está a ser posta em causa por uma nova ditadura, a ditadura dos mercados financeiros" alertou Manuel Alegre no jantar de apoiantes na Ilha Terceira. O candidato apelou para a necessidade de uma nova visão estratégica para a Europa e para Portugal. "Portugal tem de fazer ouvir a sua voz", defendeu, face às pressões especulativas e ao novo eixo Paris-Berlim. "Não devemos ter complexos de inferioridade ou de “bons alunos da Europa. Este é um dos momentos mais críticos da história contemporânea, da Europa e de Portugal, (…) Portugal precisa de ter na Presidência da República alguém capaz de ter uma visão estratégica e de falar com os grandes da Europa de igual para igual.” Oiça o discurso na íntegra AQUI Ler mais

*
04-12-2010 http://manuelalegre2011.pt/

No âmbito da sua deslocação aos Açores, Manuel Alegre aproveitou a visita à Academia de Juventude da Ilha terceira para apresentar o mandatário dos jovens açorianos da sua candidatura, Leonardo da Ponte, um jovem advogado de 30 anos, militante do CDS/PP, que já fora apoiante da candidatura de Manuel Alegre em 2006 e renova agora o seu apoio ao candidato presidencial. Ler mais

Maria Isabel Barreno, Maria Velho da Costa e Maria Teresa Horta
Maria Isabel Barreno, Maria Velho da Costa e Maria Teresa Horta
04-12-2010 Expresso (excerto)

Maria Isabel Barreno, Maria Velho da Costa e Maria Teresa Horta integram a Comissão de Honra do candidato. É um apoio que deixa Manuel Alegre particularmente orgulhoso: as autoras de “Novas Cartas Portuguesas”, Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa juntam-se aos mais de 1000 nomes que já compõem a comissão de honra do candidato às presidenciais de 2011 – e que será publicamente apresentada dia 19. Ler mais

Manuel Alegre na Câmara do Comércio da R.A. dos Açores
Manuel Alegre na Câmara do Comércio da R.A. dos Açores
Manuel Alegre nos Açores
04-12-2010 com Lusa

O candidato presidencial Manuel Alegre afirmou hoje em Angra do Heroísmo, na Terceira, que Cavaco Silva cometeu um lapso na análise que fez à remuneração compensatória anunciada pelo Governo Regional dos Açores para os funcionários públicos. Para Manuel Alegre, que iniciou na sexta feira uma visita de dois dias aos Açores, o atual Presidente da República fez uma “apreciação técnico-jurídica” da medida compensatória, mas cometeu um lapso quando “considerou o corte de vencimentos como um imposto, que não é”. Ler mais

2 / 3
1 2 3