"Abril de mão na mão e sem fantasmas / esse Abril em que Abril floriu nas armas"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
*
Em sessão solene no Palácio da Ajuda
Ministro da Cultura entrega Prémio Camões a Manuel Alegre
02-02-2018

Realiza-se hoje, por iniciativa do Ministério da Cultura, a sessão solene de entrega do Prémio Camões a Manuel Alegre. A cerimónia tem lugar no Palácio da Ajuda, às 16.00, e contará com a presença do Primeiro Ministro. O Prémio Camões é o mais alto galardão literário em língua portuguesa e foi atribuído por um júri internacional dos países lusófonos a Manuel Alegre em 8 de junho de 2017.

O júri desta edição do Prémio Camões, que é a 29ª, foi constituído por Paula Morão, professora catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Portugal); Maria João Reynaud, professora associada jubilada da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (Portugal); Leyla Perrone-Moisés, professora emérita da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (Brasil); José Luís Jobim, professor aposentado da Universidade Federal Fluminense e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Brasil); pelos PALOP, Lourenço do Rosário, Doutor em Literaturas Africanas pela Universidade de Coimbra e Reitor da Universidade Politécnica de Maputo (Moçambique); José Luís Tavares, poeta (Cabo Verde).

Na altura, a atribuição do deste prémio foi muito saudada pelas mais diversas instâncias, desde a terra natal do poeta, Águeda, à Assembleia da República, onde um voto de saudação foi aprovado por unanimidade e aclamação. José Carlos de Vasconcelos traduziu esse sentimento de apoio e admiração num editorial do Jornal de Letras, de que é director, escrevendo: "O Prémio Camões a quem o merece".