Lisboa bairro a bairro rua a rua/ por seu reino e por seu rei/ quantos ao certo não sei/ defendiam uma bandeira rota/ além da morte além do fim./ Quando é assim/ não há derrota.
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Manuel Alegre no Dia Mundial da Poesia
21-03-2017 Facebook do autor

No dia Mundial da Poesia, Manuel Alegre leu, para a RTP, "Poesia dia-a-dia", poema que faz parte de O Canto e as Armas. Veja a reportagem AQUI