"Nada está adquirido, tudo está a andar para trás muito depressa"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
A propósito de "País de Abril"
O processo mágico da poesia
03-04-2014

“É uma toada, uma alteração da respiração, do ritmo cardíaco, por vezes do próprio andar”, responde Manuel Alegre à pergunta de Maria Leonor Nunes, em entrevista ao JL, sobre como “acontece” um poema. Entrevista a pretexto do seu último livro, “País de Abril”, já nas livrarias, onde juntou poemas, alguns dos quais escritos há mais de 40 anos, em que há versos que assombrosamente parecem anunciar o 25 de Abril. Sobre esse mistério profético o poeta responde: “Há quem fale de poesia-profecia, quem diga que os poetas são bruxos. Lorca falava disso e a Natália Correia também. Faz parte do processo mágico da poesia. Não tem outra explicação.”
Veja a entrevista “ A p(r)o(f)ética de Abril” AQUI