"De cada vez que o Parlamento cede ao populismo, este não agradece, reforça-se"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
*
Manuel Alegre garante que vai continuar a escrever em "português antigo"
17-06-2012 com Lusa

Manuel Alegre garantiu ontem em Forjães, no âmbito do evento “Na minha terra cabe o mundo todo", que vai continuar a escrever em "português antigo", considerando que "em nome da globalização" o acordo "é uma capitulação e uma descaracterização da língua portuguesa". O evento, promovido pela MAR UNO, em parceria com a ACARF, que fazem parte do Clube Unesco local, com o apoio da Junta de Freguesia de Forjães, incluiu a impressão das mãos do escritor para colocar na Parede da Fama e uma distribuição de poemas pelas árvores, dois momentos evocado pelas imagens em cima.

Manuel Alegre lembrou que, enquanto deputado, votou contra o acordo ortográfico e sublinhou que quem faz a língua “são os povos, os poetas, as pessoas” e que “a língua portuguesa é tanto mais rica quanto mais diversa”. A riqueza da língua portuguesa, acentuou, “está no facto de ela ser una no essencial e depois diferente".

“Eu continuo a escrever no português antigo, como aliás o Fernando Pessoa também escrevia. Fernando Pessoa dizia que a ortografia faz parte da estética da língua”, rematou.