"Querem castigar Portugal por ter um governo de esquerda"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
*
16-09-2016

Manuel Alegre participa nesta sexta-feira no Festival Internacional de Cultura de Cascais, para uma conversa dedicada ao tema “Poetas que escrevem romances – ou vice-versa”, que contará com a participação de Maria Teresa Horta, Nuno Júdice e Francisco José Viegas e com moderação de Luís Caetano.
Veja mais AQUI. Ler mais

*
15-06-2016 Lusa e RTP1

O escritor Manuel Alegre irá receber um doutoramento honoris causa da Universidade de Pádua, em Itália, revelou hoje à agência Lusa a editora D. Quixote. O poeta será doutorado honoris causa em Línguas e Literaturas Modernas Europeias e Americanas, seis anos depois de a Universidade de Pádua ter criado a Cátedra Manuel Alegre, destinada ao estudo da Língua, Literatura e Cultura Portuguesas. Ler mais

Com o livro de poemas ‘Bairro Ocidental’
25-05-2016

O Júri do XXI Grande Prémio de Literatura dst distinguiu hoje a obra Bairro Ocidental, de Manuel Alegre, onde reencontrou "uma das mais carismáticas vozes de protesto e de indignação portuguesas". Segundo o comunicado emitido, o júri “encontrou nesta obra de um dos mais celebrados poetas portugueses contemporâneos o reerguer de uma voz de protesto e de indignação, um retrato inconformado da Pátria e das ditaduras que nos governam, designadamente a dos mercados, com evidentes pontos de contacto com ‘Praça da Canção’, um dos livros mais celebrados de Manuel Alegre, editado há já meio século.” Ler mais

Manuel Alegre ao jornal i:
06-07-2016 Luís Claro, jornal i

Manuel Alegre critica duramente a postura das instituições europeias por ameaçarem aplicar sanções a Portugal e considera que este debate só está em cima da mesa porque existe um governo de esquerda. “Estão a utilizar um formalismo jurídico para, politicamente, castigar Portugal por o país ter um governo de esquerda. Isso é, além de injusto, um grande erro político nas circunstâncias atuais e dá impressão que o sr. Schäuble e aqueles que com ele estão coordenados querem que na Europa haja governos alinhados. Uma nova espécie de governos de Vichy”, diz, em declarações ao i, Manuel Alegre. Ler mais

*
05-09-2016

Fui ontem despedir-me de Isabel Barreno, mulher livre e libertadora, não só por ter sido uma das três Marias das Cartas Portuguesas, mas sobretudo pelos seus romances, contos e ensaios, pela sua vida e pela sua obra. Apresentei um dos seus livros e tive a honra do seu apoio nas eleições presidenciais de 2006 e 2011. Bateu-se pela liberdade das mulheres e de todos nós.
Manuel Alegre Ler mais

*
22-07-2016

Manuel Alegre encerra neste sábado a Conferência Internacional “Encarceramento colonial no século XX: uma abordagem comparativa”, que decorre de 21 a 23 de julho no Museu do Aljube - Resistência e Liberdade, com a apresentação do livro “Papeis da Prisão: apontamentos, diário, correspondência (1962-1971)”, de Luandino Vieira, editado pela Caminho. Manuel Alegre conheceu Luandino Vieira na prisão de S. Paulo, em Luanda, em 1964; e Luandino seria responsável pela salvação de alguns poemas de Manuel Alegre, escritos na cadeia e que Luandino conseguiu passar para o exterior. Ler mais

*
Fernando Guimarães sobre "Vinte Poemas para Camões":
06-07-2016 JL

Fernando Guimarães, em crónica literária sobre "Vinte Poemas para Camões", publicada no JL, sustenta que Manuel Alegre "é visto por alguns críticos, aliás com boas razões, como sendo um poeta em que existe um pendor épico, mas conjugável com uma acentuação lírica. Ora nestes Vinte Poemas talvez se possa encontrar uma terceira acentuação: a dramática". Porquê? interroga-se. "Porque nesses poemas Camões não é o outro como personagem. É, sim, o outro como linguagem", justifica. Ler mais

*
Manuel Alegre em Braga, na entrega do prémio DST:
04-07-2016 com Diário do Minho de 3.7.2016

“Às vezes só os poetas podem dar este grito de libertação”, afirmou Manuel Alegre em Braga, na cerimónia de entrega do grande prémio literário dst ao seu livro de poemas “Bairro Ocidental”, lembrando Luís de Camões. O poeta acusou os políticos portugueses de não saberem nada de história. «Só quem não percebe nada de história pode permitir um insulto a Portugal como aquele que fez o ministro das finanças alemão, Schäuble», afirmou. Ler mais

Manuel Alegre ao DN:
26-06-2016 com João Pedro Henriques, com DN

"Perguntar se é preciso mais federalismo mostra bem que não se aprendeu nada", disse Manuel Alegre ao DN, comentando o futuro da Europa depois do brexit. No seu entender, "o referendo foi um ato de liberdade e uma lição que só uma grande nação como o Reino Unido podia dar". E "a grande lição" a retirar "é que não se faz Europa contra a identidade e as tradições nacionais". Ler mais

*
Poemas de Manuel Alegre em tempo de Jogos Olímpicos
13-08-2016

Em tempo de Jogos Olímpicos, recordamos dois heróis, homenageados por Manuel Alegre em Nada está escrito, de 2012: Jesse Owens, o negro americano que, em 1936, em Berlim, ganhou a medalha de ouro dos 100 metros, derrotando a suposta "supremacia ariana" com que Hitler quis vergar a Europa e o mundo; e o nosso Carlos Lopes, que em 1984 venceu a maratona em Los Angeles, às tantas de madrugada em Lisboa, “e com ele ganhámos a corrida /aquela madrugada e toda a vida.” Ler mais

*
22-05-2016

Camões foi o lugar de encontro com Camilo Pessanha, Herberto Helder, Mário Cesariny e tantos outros, no programa “A Ronda da Noite”, de Luís Caetano, na antena 2, emitido em 18 de maio. "Devemos a Camões a fundação da língua", lembrou Manuel Alegre, cujo livro “Vinte Poemas para Camões” acaba de ser reeditado pelas Publicações Dom Quixote e estará disponível nas livrarias já esta semana. Ler mais

Arquivo 2005-2009
Discurso Directo
*
11-09-2016

É triste perder um amigo como José Rodrigues, a quem devo as magníficas ilustrações para a edição especial dos 40 anos de Praça da Canção. E a quem todos devemos a sua obra renovadora de grande criador e de cidadão dedicado às causas da cultura e da cidadania. Fundador da Cooperativa Árvore e da Bienal de Vila Nova de Cerveira, ligou sempre a sua arte e a sua vida à luta pela liberdade.

Manuel Alegre Ler mais